sábado, 17 de fevereiro de 2018

Fininho, Paulo Roberto e Valverde, os craques do jogo.

Fininho foi um dos craques do jogo, armou o jogo o tempo todo, no primeiro tempo errou apenas um passe que quase foi fatal, no segundo tempo continuou bem até cansar, a partir dai, alternou bons momentos,  natural, depois de correr muito, nada que viesse a prejudicar o time, o treinador o tirou, talvez para poupa-lo. 

Paulo Roberto, outro monstro no jogo, correu muito e levou perigo constante para Labilá, no final, teve seu esforço coroado com um belo gol.
É claro que tiveram outros destaques, Zé Antonio, Cristiano, Guigui, enfim, o time deu um show no Fast, perdeu muitos gols, isso mostra que o time precisa urgentemente de um matador, o Jack Chan cabia no segundo tempo.

A tendência é melhorar daqui pra frente, no segundo turno, quem for podre, que se quebre, o Nacional vai botar pra quebrar. 

É só entrar bem escalado e com os matadores em forma, os gols virão naturalmente.



Marcelo Valverde, outra fera no jogo, além de defender um pênalti, fez belas defesas, repetiu o que fez contra a Ponte, mostrou sangue frio em baixo dos três paus. 

Alguns comentários contidos nessa matéria, são de torcedores, estamos expondo o pensamento do torcedor, desde sejam sem ofensas, iremos publicar. 




Naça detona Fast, está a um passo da classificação.

O JOGO. 

  • À ESPERA DO CDC- Por. Globoesporte.
    O dever de casa foi cumprido. E com grande saldo de gols, que pode impactar em possível classificação. Apesar de entrar em campo como visitante, o Nacional bateu o rival Fast por 3 a 0, neste sábado, no estádio Ismael Benigno, a Colina, Zona Oeste de Manaus, pela quarta e última rodada da primeira fase do Campeonato Amazonense. Os gols da vitória, mais uma vez de bola parada, como todos marcados até então, foram de Fininho, no primeiro tempo, e Zé Antônio, em belo gol de falta.

  • E AGORA
    A situação agora é a seguinte: com a vitória e três gols marcados e nenhum sofrido, o Leão da Vila Municipal só perde a terceira colocação se o CDC Manicoré golaear o Rio Negro por três ou mais gols de diferença, neste domingo, no Carlos Zamith, pelo encerramento da última rodada.

    Já o Fast, mesmo com o revés, garantiu a liderança do Grupo B, pois o Manaus também foi derrotado na rodada. Agora, o clube espera julgamento do Tribunal, quando pode perder três pontos por punição.

  • DESTAQUEBOA FASE DE VALVERDE
    Após ótimo desempenho particular contra a Ponte Preta, quando foi o herói nacionalino no empate sem gols na Arena da Amazônia, Marcelo Valverde repetiu uma boa atuação e salvou o Leão em um momento crítico, quando o time vencia por 1 a 0. Primeiro defendeu uma penalidade cobrada por Pimenta e, sem seguida, fez mais um milagre em cabeceio a queima-roupa do mesmo atacante.



  • Aos 20, Alexsandro recebeu cara a cara com goleiro Labilá, mas finalizou para fora, rente a trave de Labilá. Quando o Naça controlava a posse de bola, Zé Antônio cometeu pênalti bobo sobre Pimenta. Ao contrário de Fininho, que teve calma, o atacante bateu a meia ultura,e o goleiro Marcelo Valverde, que vive boa fase, defendeu. Antes do fim da primeira etapa, o Rolo Compressor ainda teve mais uma boa chance, mas Valverde estava mais uma vez bem coocado para fazer milagre após cabeceio de Pimenta.
  • DESTAQUESEGUNDO TEMPO
    Atrás do placar, o Fast foi para o tudo ou nada. Além da entrada de Hermes no lugar de Alex Piauí, Paulo Morgado sacou Vitinho e Pimenta para entradas de Jhorman e Claudinei. A primeira vista, parecia que daria certo. O Tricolor tomou conta da posse de bola e levou perigo duas vezes, mas como o futebol é uma caixinha de surpresa, quem ampliou foi o Leão. Na primeira chegada, em bola parada, Zé Antônio cobrou com perfeição e marcou o segundo do Naça e dele no Amazonense.

    Com a vantagem de dois gols, Bernardes recuou. Tirou o meia Alexsandro e colocou Bianor, saindo do 4-4-2 para o 3-5-2. Logo depois, sacrificou Cristiano e colocou o atacante William Amorim.As mudanças significaram o abandono ofensico do Leão na partidam, que preferiu esperar o ímpeto do Fast para contragolpear no momento certo. Bernardes ainda promoveu a entrada do estrante Michel, nos últimos 10 minutos, no lugar de Fininho. Aos 40, Paulo Roberto entrou cara a cara com goleiro e fechou o caixão do Rolo Compressor.

  • DESTAQUEPÉ CALIBRADO
    Já são quatro gols de de bolas paradas do Nacional no Campeonato Amazonense, sendo três de falta de um de pênalti. Fininho e Zé Antônio dividem os méritos, com dois gols para  cada, apesar de Paulo Roberto ter marcado o primeiro de bola rolando. O zagueiro, inclusive, já fez dois de falta, o que mostra o pé calibrado.


sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Artilharia do Barezão.

Série A 2018

26  gols

atualizado às 18h:15do dia 04/02/2018.

Ygor ¨Nena¨(Manaus FC): Branco, Raílson (Penarol): Denis Moraes (São Raimundo): William Saroa (Fast Clube): 2 gols.

Joiner, Alex Maxsuel, Luciclei ¨Júnior¨ (CDC Manicoré): Hudson ¨Pimenta¨ (Fast Clube): Charles(Penarol): Giovanni,Jean Carlos (Rio Negro): Hamilton, Márcio ¨Panda¨, Wesley ¨Napão¨ (Manaus FC): Fininho, Zé Antônio (Nacional): Cléber, Randerson, Robenison, Kelve (Princesa do Solimões): 1 gol .


Fonte:súmulas CEAF-AM.


Escala de arbitragem.

FAF divulga a arbitragem da quarta rodada do campeonato estadual.

Manaus x Princesa e Fast x Nacional duelam no sábado; e Rio Negro x CDC Manicoré e São Raimundo x Penarol, no domingo. Todos os jogos serão em estádios da capital.


Por GloboEsporte.com, Manaus, AM
 

A Federação Amazonense de Futebol (FAF) divulgou nesta quinta a arbitragem da quarta e última rodada do primeiro turno do Campeonato Amazonense. Serão quatro jogos neste fim de semana, que definirão os classificados para a próxima fase. No sábado, jogam Manaus x Princesa e Fast x Nacional. Já no domingo, será a vez de Rio Negro x CDC Manicoré e São Raimundo x Penarol. Confira na imagem a baixo as arbitragens de todos os jogos, com horários e locais.
Escala da arbitragem da quarta rodada (Foto: Divulgação)Escala da arbitragem da quarta rodada (Foto: Divulgação)Escala da arbitragem da quarta rodada (Foto: Divulgação)

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Nacional treina técnico e tático com fundamentos.

Na manhã de hoje, o Nacional treinou técnico e tático com fundamentos.

Após muita movimentação, toques em velocidade, passes em profundidade, Artur fechou o treino com chutes a gol, cobranças de pênaltis e cruzamentos.

Nos pênaltis, destaque para Fininho, o homem entende do riscado, fez vários gols nas cobranças.

Isso é bom, caso o time precise desse fundamento, tem gente pra resolver, no gol, Valverde continua imbatível, é o titular absoluto, pelo momento que vive, Ronaldo tem dado duro nos goleiros e eles tem respondido positivamente.

Clubes de Michel, o novo contratado do Naça.




Michel Celestino Pires Chaves tem 28 anos e é natural do Rio de Janeiro. Começou a carreira no Bangu-RJ, mas tem passagens por clubes como Madureira, Cabofriense, Macaé, Gama e Portuguesa. Também defendeu o Zacatepec, do México.